Prefeitura de Milão prepara novo Centro de Imigração

Imigração

altServiços do Comune, Prefettura, Questura, Asl e Secretaria de Educação de Milão serão reunidos e uma única sede

Realizar uma nova estrutura para oferecer todos os serviços necessários aos imigrantes que vivem em Milão. Este é o objetivo de um acordo assinado na semana passada entre a administração municipal, a ‘Questura’, a ‘Asl’, a ‘Prefettura’ e a Secretaria de Educação daquela cidade.

Segundo a prefeitura de Milão, o “Immigrantion Center” deverá fornecer todas as informações indispensáveis para a orientação de quem se hospeda  ou reside em Milão e será responsável por todos os serviços relacionados às políticas de integração dos imigrantes, como educação, trabalho, moradia, saúde e assistência jurídica, além de medidas antidiscriminação, de bem-estar social, de segurança pública e de intercâmbio cultural. A estrutura contará com escritórios, serviços e pessoal que hoje estão lotados em diversas sedes espalhadas pela cidade, de diferentes órgãos públicos.

O acordo prevê ainda a ativação de uma Mesa Técnica Inter-institucional, com a participação de representantes de todas as entidades aderentes e que servirá como instrumento operativo para reunião e discussão constante entre os diferentes setores e funções relacionadas à presença de cidadãos estrangeiros em Milão. Além disso, o Comune irá disponibilizar um portal da integração na internet, que servirá como espaço para o recebimento e troca de as experiências positivas promovidas em nível territorial.

“O ‘Immigrantion Center’ deverá se tornar um ponto de referência para os cidadãos estrangeiros e imigrantes que vêm à cidade para passar breves períodos ou para morar, revolucionando os serviços de acolhimento e de informação. Os guichês não estarão mais espalhados pela cidade em diferentes órgãos da administração pública, mas estarão todos reunidos numa única sede, com uma única administração. O objtivo é que o centro fique pronto em 2015”, afirma o assessor para Políticas Sociais da prefeitura de Milão, Pierfrancesco Majorino.